Como combinar dados do YouTube Analytics e Winnin Insights

— Julia, como está a performance do nosso último vídeo do YouTube Analytics?

— Livia, está muito boa. Já batemos 5 mil visualizações em 2 horas!

Esse tipo de conversa é muito comum. Afinal, a gente quer ver se o nosso conteúdo foi bem aceito pelo nosso público.

Por outro lado, em muitos dos casos, os profissionais de marketing acabam olhando apenas para likes, comentários e compartilhamentos, o que acaba se tornando uma métrica de vaidade se esses dados não forem atrelados a um objetivo do negócio.

Mesmo que você entenda bem os dados de performance, algo muito importante fica faltando: os dados antes de conceber a ideia de vídeo.

Como encontrar esses dados? Como combinar o uso de dados do pré e pós ideia? É o que você vai aprender nesta leitura. 

Dados disponíveis no YouTube Analytics

Visão geral

A aba Visão geral resume a performance do canal e dos vídeos. Para essa análise, é possível encontrar 3 cards: visualizações, tempo de exibição, inscritos e receita (em casos de canais que fazem parte do Programa de Parcerias do YouTube).

  • Visualizações: quantas vezes o conteúdo foi exibido para os usuários;
  • Tempo de exibição: quanto tempo todos os conteúdos foram assistidos;
  • Inscritos: quantas pessoas assinaram para receber seus conteúdos periodicamente;

Nessa aba, você também verá os seguintes relatórios:

  • Performance usual: a comparação do desempenho do seu canal, ou seja, dados baseados no que você costuma performar;
  • Conteúdos mais assistidos durante um período específico: conteúdos que melhor performaram em termos de visualizações;
  • Tempo real: visualizações na última hora ou 48 horas;
  • Top conteúdos: os conteúdos que mais performaram no período escolhido.

Conteúdo (no canal)

A próxima aba é a de Conteúdo. Ela mostra um resumo de como o seu conteúdo é encontrado pelo público, o que ele está assistindo no canal e como é a interação com ele.

Existe uma visão detalhada de qual tipo de conteúdo é assistido: vídeos, shorts e lives. Os principais dados dentro desta aba são:

  • Visualizações: a quantidade de visualizações dos vídeos, shorts e lives
  • Impressões: quantas vezes as thumbnails (miniaturas) dos seus vídeos apareceram para os usuários do YouTube;
  • Taxa de visualizações por impressões: essa taxa mede a frequência com que os espectadores assistiram a um vídeo depois de ver uma impressão;
  • Duração média de visualizações: quanto tempo as pessoas assistiram aos vídeos;
  • Como os usuários encontram seus vídeos, shorts e lives: recursos de navegação, feed do shorts, vídeos sugeridos, pesquisa orgânica, conteúdo externo, páginas do canal, busca direta ou desconhecida;
  • Momentos-chave de retenção do público: porcentagem de tempo que os usuários passam vendo alguns dos vídeos do último ano
  • Métricas principais: visualizações, duração média da visualização, impressões e taxa de cliques;
  • Métricas secundárias: inscritos, curtidas, descurtidas, compartilhamentos, comentários, cliques por cards etc;
  • Dados demográficos: localização, gênero, idade etc.

Audiência (do canal)

A aba de Audiência mostra dados dos usuários que acompanham os vídeos, lives e shorts do seu canal.

Nessa guia, você também verá os seguintes relatórios:

  • Visitantes recorrentes: pessoas que já assistiram seus vídeos e continuam voltando ao canal
  • Visitantes únicos: pessoas que assistiram somente um vídeo;
  • Inscritos: pessoas que seguem seu canal;
  • Vídeos que estão aumentando sua audiência: vídeos que fizeram os usuários voltarem mais vezes ao canal
  • Horários: quando os usuários do seu canal costumam estar online
  • Dados demográficos: localização, gênero, idade etc.

Pesquisa (no canal)

A guia Pesquisa mostra de forma rápida o que seu público e usuários do YouTube estão buscando.

Nessa guia, você também verá os seguintes relatórios:

  • Pesquisas no YouTube: ao inserir um termo de pesquisa, o YouTube retorna com outras palavras e seu volume de busca. Por enquanto, pesquisas em português não estão habilitadas;
  • Pesquisas dos usuários: os termos de pesquisa e o volume que seu público e os usuários de canais semelhantes estão pesquisando no YouTube.

Dados disponíveis no Winnin Insights

O Winnin Insights é a plataforma que mapeia o consumo de vídeo online e ajuda marcas de todo o mundo a criar conteúdo relevante com base em dados. Mas quais são os dados que podemos extrair nessas analises?

Na plataforma existem 4 principais abas: Canal, Tópicos, Vídeos e Criadores. 

Canal

  • Monitor do canal: dados do canal conectado à plataforma: inscritos, visualizações, likes, tempo médio de visualizações, métricas do último vídeo postado, últimos vídeos dos concorrentes e métricas da concorrência.
  • Audiência do canal: dados demográficos dos usuários do canal, o que sua audiência assiste e seus interesses, o que seus concorrentes postam e os criadores de conteúdo que estão falando com a sua audiência.

Audiência

  • Tags: descubra os principais assuntos das tags que o seu público engaja;
  • Criadores: pessoas com quem a sua audiência mais engaja;
  • Interesses: assuntos e gêneros musicais com que sua audiência mais engaja;
  • Formatos: formatos de conteúdo com maior engajamento (vlog, entrevista, challenge, tour etc.)

Tópicos

  • Tópicos: os assuntos de conteúdos em vídeo que o público mais interage;
  • Subtópicos: um nível maior de detalhamento dos assuntos;
  • Músicas: gêneros e vídeos com músicas mais engajados;
  • Subtópicos de música: um nível maior de detalhamento das músicas;
  • Relevância: o quanto aquele assunto é relevante em termos de engajamento;
  • Viewership: o tamanho dos tópicos ranqueados em uma escala de 0 a 10, por audiência que consome o conteúdo nos últimos 12 meses;
  • Engajamento: likes, comentários e compartilhamentos dos vídeos;
  • Visualizações por vídeo: número total de visualizações por vídeo.

Vídeos

Na aba de vídeos é possível criar uma visualização diferente baseada nas métricas de engajamento.

  • Likes: vídeos ranqueados pela quantidade de curtidas, em ordem crescente;
  • Visualizações: vídeos ranqueados pela quantidade de visualizações, em ordem crescente;
  • Comentários: vídeos ranqueados pela quantidade de comentários, em ordem crescente;
  • Data de postagem: vídeos ranqueados pelo tempo de postagem, do mais recente para o mais antigo.

Como combinar YouTube e Winnin Insights

Diante de tantas métricas e tantos detalhes que as plataformas oferecem, você pode estar se perguntando: “ok, por onde começo?” ou “não faço ideia de como usar as duas plataformas no meu processo criativo”.

Então, te explico.

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que olhar para os dados, não é só acompanhar os resultados depois de tudo pronto. É se basear neles para criar as coisas mais assertadas. 

A segunda coisa é que se você sabe de forma antecipada o que funciona melhor na sua estratégia criativa, suas ideias não são jogadas ao vento.

Por fim, o tempo, recursos e energia que se gasta tentando encontrar insights e depois fazer com que esses dados validem a ideia, é de longe, a estratégia menos inteligente. 

Sendo assim, no Winnin Insights você vai encontrar todos os dados que precisa para começar a criar seus vídeos. Para esse exemplo, pense que precisamos criar conteúdos em vídeo para a marca de produtos capilares, Sallonline.

Esses conteúdos têm como objetivo fortalecer a marca e engajar o público de forma mais natural, que não pareça uma publicidade. 

Se formos buscar insights manualmente, a tendência é cair no erro. Ou ainda, não ter a noção da dimensão de determinado assunto. Então, vamos para o Winnin Insights:

Na aba de Tópicos, vamos encontrar o que está sendo dito na categoria de Beleza & Moda:

Fonte: Winnin Insights

Os vídeos com maior número de visualizações fazem parte de Beleza e Cosméticos; em segundo lugar, Cabelo e Barba; em terceiro, maquiagem.

Com isso, já entendemos que falar de cabelos está em alta. Investigando um pouco mais a fundo, encontramos o subtópico, que é um nível mais granular do tópico de Cabelo e Barba.

Nele, percebemos que o que está em alta são as dicas de cabelos e barba, se filtrarmos por quantidade de visualizações:

Fonte: Winnin Insights

Caso o interesse seja em filtrar por engajamento, temos outro ranking:

Fonte: Winnin Insights

Por outro lado, o subtópico “Cortes” está trending, ou seja, teve um crescimento muito alto em pouco tempo.

Para o nosso job, vamos escolher falar de Dicas.

A partir daqui, é tanto insight que só solicitando uma demonstração para entender o que estou falando. 

Fonte: Winnin Insights

Essa é só uma parte de uma infinidade de vídeos que as pessoas estão criando. Para entender outros interesses desse público e combiná-los em novas ideias, vamos na aba People Also Watch:

Fonte: Winnin Insights

Depois, é só clicar em cada um dos tópicos e subtópicos e entender no detalhe os tipos de vídeos e formatos de conteúdo.

Dessa forma, você vai ter ideias até 2099. 

E o YouTube?

No YouTube, algumas métricas não podem ser ignoradas:

1. Seguidores

É importante fazer um comparativo para entender se o crescimento do número de seguidores é saudável.

2. Visualizações

Entenda como está o crescimento das visualizações, médias diárias e dia da semana com maior número de visualizações.

3. Engajamento

Medir o engajamento ajuda você a entender se o seuc canal está alinhado com os interesses do público.

4. Origem do tráfego

Descubra como as pessoas encontram os seus vídeos. Dessa forma, você consegue otimizar o ponto de partida.

5. Tempo médio de visualização

Para saber como o seu público está recebendo seus conteúdos, analise o tempo médio de visualização. Dessa forma, você pode otimizar o roteiro e fazer alguns testes para entender o porquê do conteudo não ter engajado.

6. Principais vídeos

Quais são os principais vídeos do canal? O que eles têm em comum? Existe algo neles que pode ser replicado? 

7. Título

O vídeo pode ser ótimo, mas se o título não chamar atenção, vai ser difícil ter algum engajamento. Por isso, atente-se às boas práticas para criação de títulos no YouTube.

8. Thumbnail

Outro elemento importante quando se trata de vídeos é a imagem. Ela precisa representar o conteúdo e também ser boa o suficiente para a audiência clicar.

E aí, quais são as métricas que você já usa?

Para todos os vídeos, use o Winnin Insights

Já deu para notar que combinar dados do YouTube Analytic e Winnin Insights é a solução ideal para quem quer produzir vídeos.

E não apenas produzir vídeos, mas sim, criar conteúdos que geram impacto na audiência. Que ao final, você perceba que as pessoas estão compartilhando porque o seu posicionamento faz sentido na vida delas.

Usar o Winnin Insights é essencial para entender o que a sua audiência está assistindo. Usar o YouTube Analyticis é essencial para entender como o seu público está recebendo sua mensagem.

Quer entender melhor como o Winnin Insights vai funcionar no seu dia a dia? Entre em contato com nosso time, solicite uma demonstração e tire todas as suas dúvidas.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.