5 influenciadores digitais que fizeram o sucesso da Amazon na Black Friday

Se você ainda não correu atrás de influenciadores digitais para seus conteúdos de Black Friday, esse é o momento.

A Black Friday é a data mais importante do e-commerce e varejo, então não dá para perder a oportunidade. 

Por outro lado, já entendemos que as marcas estão participando de um movimento em que deixam de ser meras interrupções da audiência, e se tornam entretenimento.

Ou seja, elas devem criar conteúdos para a Black Friday que façam as pessoas prestarem atenção. Conteúdos que façam as pessoas voltarem e comprarem de forma natural.

Além desse desafio, é importante encontrar aquele influenciador digital que vai passar a mensagem de forma crível e alinhada com o posicionamento da sua marca.

Por isso, analisamos alguns dados no Winnin Insights e trouxemos o case de 5 influenciadores digitais que fizeram o sucesso da Amazon na Black Friday de 2021. Continue a leitura!

O segredo está em influencers de diferentes nichos

A melhor maneira de conectar a temporada de compras com assuntos relevantes na cultura é por meio de influenciadores digitais de diferentes nichos.

Dentro desse universo, existem muitas pessoas falando de diferentes temas. Cada uma abordando assuntos sob uma perspectiva, utilizando formatos específicos, para certos tipos de públicos.

Apesar de todos eles terem fãs, é importante lembrar que os resultados não serão os mesmos para todos eles. Sendo assim, é importante trabalhar com influenciadores digitais diversos nesta Black Friday. 

E é aí que entram as dúvidas: quantos influenciadores escolher? É melhor escolher um top ou diversos nanoinfluenciadores digitais?

Como fazer essa escolha?

Como escolher influenciadores digitais para sua marca

Na hora de escolher, muitas pessoas acabam optando por escolhas óbvias. Aqueles que estão na moda e com alto engajamento.

O resultado disso é uma enorme quantidade de marcas utilizando a mesma pessoa. No entanto, antes de fazer essa escolha, você precisa pensar muito além dos likes.

1. Defina os objetivos de campanha

Se você não sabe quais são os objetivos, qualquer resultado é sinônimo de sucesso. Ou ainda pior, qualquer resultado pode ser o entendimento de que a estratégia não deu certo.

Por isso, defina os objetivos que essa parceria deve trazer, seja mais views, aumento no número de seguidores, crescimento das vendas etc.

💡Você também vai gostar de ler: Influencers: por que esse estilo de divulgação deu tão certo?

2. Construa uma jornada

Quem trabalha com marketing de influência sabe: a jornada do consumidor deve ser bem desenhada. Caso contrário, o usuário chegará a sua página e não saberá bem o que fazer em seguida.

Por isso, construa uma jornada clara que faça o usuário seguir os próximos passos que fazem parte do seu objetivo.

Por exemplo, se o influenciador digital diz que as pessoas devem ir até à página da marca, é preciso deixar claro o que ele vai fazer ali. Links e até postagens sobre a campanha no perfil da marca fazem toda a diferença nessa jornada.

3. Entenda as métricas de engajamento

Um influenciador digital com um grande número de seguidores pode causar um bom impacto. No entanto, não é o número de seguidores que vai trazer resultados para a marca.

Ou seja, um número isolado não quer dizer nada. Por isso, a dica é analisar o conjunto de métricas do influenciador e a qualidade de seus conteúdos. Então, analise:

  • Alcance dos posts;
  • Impressões dos principais conteúdos;
  • Número de curtidas;
  • Compartilhamentos;
  • Posts salvos;
  • Comentários.

Esses números juntos indicam o quanto o público acredita e engaja com o influenciador. Sem essas informações, não é interessante fechar nenhum contrato.

4. Analise a qualidade

Como dito anteriormente, é importante analisar a qualidade dos conteúdos antes de se associar. 

Bons pontos para essa análise são o quanto o produto ou serviço faz parte da vida daquele influenciador digital, o quanto a pessoa consegue falar sobre ele de forma natural e o que as pessoas estão falando a respeito nos comentários.

Outro fato a se considerar é o quanto esse criador de conteúdo está envolvido em polêmicas ou se prega discursos que não estão alinhados com o posicionamento da marca.

5. Encontre relevância

Com esses dados em mãos, pode parecer fácil descobrir se a pessoa dá match com a marca ou não.

Nesta última fase, o objetivo é entender se esses criadores têm a ver com o produto ou serviço que você oferece. 

Indo para um próximo nível, você também deve analisar se o público desse criador tem a ver com o negócio. 

Se você não conseguir encontrar relevâncias tanto nos valores do influenciador quanto no do público, é um bom sinal de que não deve prosseguir com a escolha.

Conheça os 5 influenciadores digitais de Black Friday

Inspirado nas casas de creators, a proposta da Casa Black Friday, projeto da Dia Estúdio era juntar seis influenciadores digitais em uma casa durante cinco dias para uma espécie de reality show.

A transmissão foi ao ar um dia antes da Black Friday e teve o fechamento na Cyber Monday, que é a segunda-feira conhecida como a “saideira da Black Friday”.

Entre os participantes está a campeã do BBB 2020, Thelma Assis; Thalita Meneghim e Gabie Fernandes, do canal Depois das Onze; Raony Philips, criador da animação “Girls in The House” do canal RaoTV; e também os amigos Luba e Jean Luca. Toda essa turma somava pelo menos 16,8 milhões de inscritos.

A Amazon, patrocinadora do evento, criou cenários na casa onde os participantes podiam utilizar todos os produtos, de forma natural. Em contrapartida, estes mesmos itens estavam à venda para os espectadores.

Para deixar o reality ainda mais dinâmico, os espectadores também podiam tuitar e influenciar nas dinâmicas que aconteciam na casa.

Conheça, agora, um pouco do trabalho que cada influenciador digital vem desenvolvendo em suas redes sociais:

1. LubaTV

LubaTV mistura vídeos engraçados com outros temas mais pessoais. No YouTube desde 2010, LubaTV já acumula 1.404.859.767 visualizações e 8,6 milhões de seguidores em seu canal. 

Entre seus vídeos estão conteúdos onde a cultura dos memes é explorada, postagens engraçadas das pessoas são comentadas, entre outros.

2. O Jean Luca

O Jean Luca também é fã do humor. Todas as semanas, seus mais de 3 milhões de seguidores se divertem com seus cabelos rosas e seu conteúdo divertido.

Suas playlists relevam vídeos em que ele conta histórias reais, histórias bizarras, reage a algumas coisas e situações, responde perguntas dos fãs e faz desafios.

3. Depois das Onze

Thalita Meneghim e Gabie Fernandes são atrizes e influenciadoras digitais, que fazem parte da network Dia Estúdio. Juntas, as amigas, comandaram o canal Depois das Onze entre 2013 e 2022.

Durante 9 anos, criavam conteúdos para o público jovem, falavam sobre relacionamentos, faziam challenges engraçados para o canal e esquetes divertidíssimas com o Show do Milhonze e outras esquetes de humor.

O canal Depois das Onze chegou ao marco de 3,2 milhões de seguidores e mais de 638.000.000 visualizações.

O sucesso da dupla não ficou só no canal: as duas apresentaram a segunda edição do programa Só Para Parodiar, do Multishow, junto com Lucas Rangel, além de peças de teatro presenciais.

4. Thelminha 

Thelma Assis, mais conhecido como Thelminha, é médica, apresentadora de TV, dançarina e influenciadora digital. Ela ficou conhecida em todo o país por ganhar a 20ª temporada do reality show Big Brother Brasil. 

No YouTube desde 2010, Thelminha fala sobre seus assuntos favoritos: Medicina e saúde, casamento, carnaval e até tem um quadro chamado Triangulando, onde personalidades são convidadas para um bate-papo com temas culturalmente relevantes.

5. Raony Phillips

Raony Phillips, do RaoTV, ficou conhecido pelo sucesso de uma websérie chamada Girls in The House, feita com bonecos e cenários do jogo The Sims. 

Hoje, além da websérie original, ele tem outros personagens que participam de outros quadros como desafios e documentários. 

No YouTube desde 2012, Raony já possui 243.602.252 visualizações e mais de 2 milhões de seguidores.

Conte com influenciadores digitais para a sua Black Friday

Como você pode notar neste case, a Amazon e Dia Estúdio criaram algo inédito para falar de Black Friday. 

É evidente que o conteúdo era totalmente voltado para a conversão, mas existe uma diferença entre todos os outros que costumamos ver: as pessoas realmente queriam assistir e comprar produtos com desconto. 

Por isso, uma dica extra é entender quais são os conteúdos com os quais a sua audiência engaja. E não só isso, encontrar a pessoa correta para passar essa mensagem. 

É fato que encontrar um influenciador digital é uma tarefa que requer bastante atenção aos dados e também a qualidade dos conteúdos. Mas se você seguir o passo a passo para escolhera pessoa correta, as ações planejadas terão maiores chances de performar bem. Quer entender quais são os conteúdos que vão bombar no feed das redes sociais? Conheça o artigo sobre tendências para o dia mais aguardado do comércio.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.