Como fazer vídeos no Instagram que as pessoas queiram assistir

Quem nunca se deparou com uma ideia de vídeo, que acabou dizendo: “como não pensei nisso antes?”. A verdade é que todo mundo sabe como fazer vídeos no Instagram, mas nem todos entendem a importância dos dados nesta estratégia.

Quando falamos em dados do Instagram, o primeiro pensamento que vem a mente é aquela feature chamada Instagram Insights. Nela, você tem acesso a dados como:

  • Alcance: quantas contas o seu perfil alcançou em um determinado período;
  • Dados demográficos: países, cidades, faixa etária, gênero e categoria de pessoas (seguidoras ou não-seguidoras);
  • Engajamento: curtidas, compartilhamentos, comentários e posts salvos em pasta individual dos usuários;
  • Conteúdos relevantes: conteúdos que se destacam com base nas interações;
  • Seguidores: quantidade de usuários que passaram a seguir a página.

Mas, será que apenas esses dados são o suficiente para fazer vídeos no Instagram que as pessoas queiram assistir?

Quais insights os 5 vídeos mais curtidos trazem?

Nos últimos 7 dias, mais de 230 mil vídeos foram postados no Instagram, de acordo com análise do Winnin Insights, plataforma própria da Winnin.

1. Narrativa do herói

Khaby Lame é um influencer de origem senegalesa-italiana, vivendo na Itália. Ele é conhecido por seus vídeos do TikTok, nos quais ele zomba silenciosamente de vídeos sobre hacks de vida excessivamente complicados. Em julho de 2022, Khaby se tornou o TikToker mais seguido do mundo.

No vídeo abaixo, ele mostra onde estava no passado e onde está agora, depois de ter alcançado o sucesso. O que parecia ser mais um vídeo, se tornou uma mensagem de resiliência para seus seguidores.

2. Nostalgia

O efeito Nostalgia já vem sendo observado como mote de diversos vídeos nas redes sociais, principalmente na Copa do Mundo.

As pessoas estão relembrando momentos, músicas, filmes e comportamentos de outras épocas e traduzindo tudo isso em conteúdos.

3. Bastidores

Quem não tem uma leve curiosidade para saber como é o mundo das celebridades nos bastidores? Esse formato de conteúdo vem conquistando muitas pessoas na rede.

No vídeo abaixo, jogadores indianos de críquete comemoram uma vitória, porque, segundo eles, é assim que se faz. Embora o vídeo seja bem curto, a resposta do público foi instantânea: em apenas 2 dias, o conteúdo já atingiu mais de 2 milhões de curtidas.

4. Creators empreendedores

Há algum tempo que a tendência vem despontando: criadores de conteúdo (celebridades ou não) lançando linha própria de produtos.

Depois de grandes sucessos como David Beckham, Rihanna e Anitta, chegou a vez da cantora Ariana Grande lançar sua linha de cosméticos para todo o corpo. Pelo visto, a novidade foi bem recebida pelos fãs.

5. Homenagem

Em 2 dias, a homenagem ao jogador de futebol recém-saído do Real Madrid, Casemiro, atingiu mais de 2 milhões de curtidas no Instagram.

O engajamento foi tanto, que a conta do Real Madrid continuou postando trechos da despedida do jogador para seus fãs e homagens do clube para ele.

Como fazer vídeos no Instagram que as pessoas queiram assistir

Se você quer entender como fazer vídeos no Instagram, é preciso conhecer a sua audiência. Mas o grande desafio está em entender as pessoas e o que elas estão buscando.

Pense comigo: o Twitter é uma base forte de referência para a produção de conteúdo. Sendo assim, basta analisar o que as pessoas escrevem por lá e produzir vídeos, certo? Errado!

Entre o que as pessoas escrevem em público e o que elas assistem existe um grande abismo. Dizer que assiste “Game of Thrones” é uma coisa, o que seu feed mostra, pode ser outra bem diferente.

Sendo assim, é preciso encontrar os dados que relevam o feed escondido das pessoas. Veja abaixo algumas das formas de hackear esse comportamento.

1. Use o Winnin Insights

O Winnin Insights é um software desenvolvido para mapear tendências e inspirar a sua criatividade na hora de produzir vídeos. Mas o que ele tem de tão diferente?

Ele é uma fonte de insights infinita. Se liga só:

  • Você precisa entender todo o universo da marca para o briefing?
  • Quer descobrir o que a concorrência está produzindo?
  • Precisa entender quais são os assuntos relevantes do momento?
  • Quer construir um deck com a estratégia de forma mais rápida e inteligente?
  • Quer explorar o calendário cultural e fugir do “lugar comum”?
  • Não sabe quem são os creators relevantes que sua marca pode trabalhar?
  • Precisa monitorar suas campanhas?
  • Tem dificuldade em monitorar os assuntos do momento?

Ele te ajuda com tudo isso. E mais um tanto.

Eu poderia ficar falando dele por horas. Mas para facilitar ainda mais o seu entendimento, vou resumir em uma frase:

Outras ferramentas te mostram o que as pessoas estão buscando. O Winnin Insights te mostra o que de fato elas estão assistindo.

2. Analise os dados do Instagram Insights

Além dos dados usados para criar a estratégia, você deve analisar os dados do Instagram Insights. Assim, você tem uma visão geral de como as pessoas estão consumindo o seu conteúdo.

O melhor de tudo é que esses dados contam uma história. Depois, fica mais fácil entender detalhes dos seus conteúdos e se os interesses do público estão alinhados à sua estratégia criativa.

3. Experimente diferentes formatos

Já percebeu que alguns formatos combinam melhor com umas redes do que com outras? Hoje, já existem dezenas de formatos diferentes que você pode utilizar para distribuir o conteúdo.

Paródias, shorts, tutorial, challenge, highlights, live, trailer, reaction e tantos outros. O legal é que você consegue ter acesso a todos os formatos e dados de performance de cada um deles.

10 formatos de vídeos mais visualizados nas redes sociais

4. Entenda quais os melhores dias e horários

Qual é o melhor horário para postar no Instagram? Existem diversas pesquisas (inter)nacionais sobre o tema. No entanto, quando se trata de algoritmo, você vai precisar realizar alguns testes.

Lembrando que, ao realizar testes, garanta que sua amostra não seja enviesada por um conteúdo muito diferente. Eles precisam ter o mínimo de similaridade. Caso contrário, será impossível concluir qual é o melhor horário.

5. Gere identificação

Independente de qual tenha sido o conteúdo ou criador, não dá para negar que para ter engajamento, é preciso que o vídeo gere identificação nas pessoas.

Se elas não se identificarem, será apenas mais um vídeo. Então, a dica é trabalhar conteúdos que mostrem as diversas facetas da realidade, seja por meio de uma sátira, uma esquete, uma entrevista ou qualquer que seja o tipo de conteúdo.

Ainda assim, é preciso que a realidade contada seja a realidade que o seu público vivencia também. Hoje já existem diversas maneiras de entender o público, seja de forma manual ou de automatizada (análise de uma amostra de usuários manual, relatórios das ferramentas, entrevistas com alguns consumidores etc)

Resumindo, se não houver nada que conecte aquela pessoa ao conteúdo, ela não curte, não compartilha e não comenta nada sobre o assunto. O segredo está em conseguir gerar conversas relevantes em torno de um tema que interesse os usuários.

Crie vídeos para o Instagram com a ajuda do Winnin Insights

Depois de conhecer dicas sobre como fazer vídeos para o Instagram e como o Winnin Insights pode contribuir para sua estratégia criativa, é quase impossível não querer ver a mágica acontecer de perto.

Se você já cansou de buscar insights sem ter dados, fazer brainstormings muito genéricos, demorar uma eternidade para ter a ideia aprovada, ter dificuldade para criar seu deck, usar dados aleatórios para justificar uma ideia, não saber como buscar tendências, entre outras “cositas más”, agora é sua hora de brilhar.

Fale com o nosso time e descubra como o Winnin Insights vai ajudar você e sua agência ou empresa!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.