10 dicas para criar vídeos mais relevantes sobre beleza

Você conhece os segredos para criar vídeos mais relevantes sobre beleza?

Atualmente, as marcas podem encontrar desafios ao criar conteúdo relevante em categorias tão grandes e universais como a de beleza, por exemplo.

Se você está buscando aumentar o seu engajamento nas principais plataformas digitais, saiba que é preciso ir além dos tutoriais de maquiagem. 

É preciso explorar os assuntos que importam para o público através dos formatos mais engajados e colaborar com os criadores de conteúdo certos.

Neste artigo você vai conhecer 10 oportunidades data-driven para as marcas entenderem melhor a sua audiência e produzirem vídeos mais relevantes no universo de beleza.

Todas as dicas foram extraídas da nossa ferramenta de análise de vídeo proprietária, o Winnin Insights

Ótima leitura!

1. Junte maquiagem e música aos efeitos de vídeo 

Quando o assunto é produção e edição de vídeo online, a combinação entre música e maquiagem é um fenômeno de engajamento nas redes sociais.

Overview dos dados de vídeo do subtópico “Desafio” em “Beleza no Winnin Insights

Para se diferenciar no mercado é necessário abraçar os criadores de conteúdo que dominam as transições e efeitos de vídeo. Além disso, é muito importante estar atento aos hits mais escutados.

O vídeo do Rafael Santos exemplifica muito bem isso. O post possui mais de 502.6k visualizações, 1.7k comentários e 113k likes. Tudo isso com uma taxa de Likes/Views de 22.5%. 

2. Ensine novas técnicas e como gastar menos 

Com o acesso à informação cada vez mais democratizado, os vídeos educacionais e tutoriais não são só para quem quer aprender a fazer a unha em casa e gastar menos.

São também para profissionais do meio que querem acompanhar as tendências online de maquiagem.

Assim, como consequência, eles conseguem melhorar as suas técnicas e aumentar a sua fonte de renda.

O vídeo mais relevante do canal Cola na Villar possui mais de 269.6k de visualizações, 926 comentários e 26.5k likes. O canal teve um crescimento de 1.5% entre fevereiro e março.

3. Faça vídeos de reactions e narrações reunindo a família

Nesse ponto, o universo de beleza se cruza com um dos assuntos mais engajados da internet: o humor. Principalmente, por vídeos de narração e reações. 

Criadores de conteúdo estão se juntando às suas famílias e namorados em um formato que está dominando o feed.

O vídeo mais relevante do canal Batom Atrevido possui mais de 1.7M de visualizações, 3.8k comentários e 129.9k likes. O canal teve um crescimento de 1.7% entre fevereiro e março.

4. Aposte em conteúdos relaxantes 

Atenção: esse é um dos pontos mais artísticos da nossa análise. As maquiadoras que criam esse tipo de conteúdo são suas próprias telas. 

Através de vídeos hipnotizantes e relaxantes, elas exploram vários temas do calendário cultural, e o feed se torna uma galeria individual. 

E tome muito cuidado! Existe um alto risco de você ficar preso nesse conteúdo para sempre.

O vídeo do canal Luana Mesquita Makeup, por exemplo, possui mais de 1.7M de visualizações, 953 comentários e 85.4k likes. O canal teve um crescimento de 6.2% entre fevereiro e março.

5. Abra espaço para pautas mais sérias 

Sendo o Brasil o país que mais faz cirurgias plásticas no mundo, o debate sobre autoestima e aceitação tem crescido cada vez mais. 

Vlogs e esquetes com depoimentos sobre esses assuntos têm ganhado cada vez mais relevância — e as marcas precisam (urgentemente) se posicionar em relação a essas questões. 

O vídeo da Alexanda Gurgel (@alexandrismos) exemplifica muito bem isso. O post possui mais de 1.2M de visualizações, 2.9k comentários e 110.9k likes, tendo uma taxa de Likes/Views de 9.2%.

6. Crie vídeos com relatos pessoais e inspiradores

Desde o início da popularização da internet os vídeos mais relevantes em formato de Vlog conseguem conectar criadores de conteúdo e o público de forma muito intimista e pessoal. 

Por conta disso, os vídeos também se tornam um espaço íntimo para os creators se dedicarem a pautas pessoais. 

E não apenas isso, mas para conversarem sobre qualquer assunto enquanto se arrumam e se maquiam, o que abre oportunidade para uma nova ocasião de consumo ainda mais próxima. Ou seja, momentos onde as pessoas podem consumir o seu produto e a sua intimidade.

O vídeo do canal Adam (/Adam) possui mais de 161.1k de visualizações, 1.000 comentários e 20.9k likes. O canal teve um crescimento de 0.6% entre fevereiro e março.

7. Confie no poder de bons reviews

Por mais tradicional que pareça, os Vlogs com batalha de marcas e reviews estão avaliando desde qualidade e o preço dos produtos até o posicionamento de empresas de beleza em relação a pautas sociais do universo. 

O vídeo do canal da participante do Big Brother Brasil 21, Camilla de Lucas (/CamilladeLucas) possui mais de 992.3k de visualizações, 1.7k comentários e 123.9k likes. O canal teve um crescimento de 6.8% entre fevereiro e março.

8. Compartilhe o processo de criação

Os vídeos online são uma forma simples e rápida de compartilhar conhecimento e informação. 

Veja o caso das Drags Queens, que são, cada vez mais, uma referência no mundo da beleza. 

Os vídeos em que elas comentam e compartilham o processo e as técnicas das suas produções geram muito engajamento. 

Vídeos de transformações e Antes X Depois deixam ainda mais evidente o talento dessas artistas e servem de inspiração para a audiência.

O vídeo do canal da Lorelay Fox (/LorelayFox) possui mais de 318.7k de visualizações, 2.1k comentários e 49.4k likes. O canal teve um crescimento de 0.2% entre fevereiro e março.

9. Promova dicas de autocuidado 

Segundo os dados do Winnin Insights, Transição Capilar é um dos tópicos mais relevantes no universo de beleza. 

Através de dicas, de vlogs e de vídeos do antes e depois, a jornada de aceitação e cuidado tem as marcas como grandes aliadas para compartilhar informação e abraçar a diversidade que esse movimento propõe. 

O vídeo da Lais Oliveira (@laisoliveira) exemplifica muito bem isso. O post possui mais de 1.1M de visualizações, 54.3k comentários e 120.9k likes. Tendo uma taxa de Likes/Views de 11.0%.

10. Dê protagonismo ao ambiente e mood do selfcare

Preste atenção, pois esta última dica vai muito além dos reviews de produtos e tutoriais de skincare. 

Assim como o tema do vídeo ou o formato em si, a escolha do ambiente, da trilha sonora e do “mood” das rotinas de beleza também são fatores fundamentais para o quanto as pessoas vão se engajar com o seu conteúdo. 

 A inclusão desses outros elementos nos vídeos de maquiagem está gerando uma nova ocasião de consumo através de conteúdos relaxantes e OSV (oddly satisfying vídeos, em português, vídeos estranhamente satisfatórios), por exemplo.

O vídeo do canal da Ana Lídia Lopes (/AnaLídiaLopes) possui mais de 494.8k de visualizações, 1.3k comentários e 46.3k likes. O canal teve um crescimento de 1.2% entre fevereiro e março.

Crie vídeos mais relevantes para o seu canal

Os conteúdos relacionados ao mundo da beleza são muito consumidos desde o início da internet. Por isso, é fundamental estar atento às mudanças de comportamento dos consumidores para produzir conteúdo relevante de verdade. 

Na hora de começar a criar, preste atenção aos principais assuntos que permeiam a categoria, por exemplo, a música.

Não dá para negar que os conteúdos relacionados à beleza se tornaram um espaço de aprendizado para muitas pessoas. E, em muitos casos, a principal fonte de renda delas. Logo, compartilhar técnicas e aprendizados é uma grande chave para o sucesso.

Quando o assunto é maquiagem devemos ir além dos tutoriais. Na internet, a maquiagem é 100% ligada ao entretenimento do público, mas também as discussões mais sérias e pautas sociais.

Você viu 10 dicas para criar vídeos mais relevantes sobre beleza, mas pode ir além. Testar outros formatos que já funcionam em seu canal ou até mesmo inovar dentro destas opções.

Mas uma coisa é certa: incorporar essas dicas vai elevar a relevância dos conteúdos da sua marca, então, mãos à obra!

Quer ter mais insights data-driven sobre a categoria de Beleza no universo online? 

Baixe gratuitamente o report completo que produzimos sobre o assunto.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.